Critical Watcher
Eu não sei falar, sorrir, gritar ou ouvir...

Não sei como estou, quem sou ou pra onde vou.


O que fazer, como entender, estremecer...

Acarinhar, vou suplicar: eu quero amar.

E esquecer, enternecer, aparecer...


Suprimir ou deixar-me cair?

Carcereiro medieval.

Eu quero sumir, mentir, redimir...


Ajudar, profanar e definhar.

Prazer, descrer, enobrecer...

Um dia hão de ser!


E se eu pudesse largar

Ou ao menos fingir

Se eu pudesse cantar

O que em mim quer sair...


[Ar, er, ir... Deixem-me partir!]

Ouvindo: A day without rain, Enya.
36 Responses
  1. Luca Says:

    Estás preso em ti mesmo. Estou "Prefiro ser alegre, que ser triste. A vida é a melhor coisa que existe!"


    Beijoooooooo

    Vou te linkar tb. ehehhe


  2. Carla Moraes Says:

    Muito bom esse texto.
    Vou te linkar, okay?

    Beijoo!


  3. Luca Says:

    ahaha
    Mas não é exatamente de ti pra ti, entende?
    Todos os sentimentais sentem a dor alheia.
    É como diz o Pessoa. "Tenho tanto sentimento em mim, que chego a ser sentimental."
    :)


  4. Pequena Gi Says:

    Um grito interno... 'quando em psicose', a gente tenta libertar. Hoje em vão...talvez alguém amanhã ouça.

    Lindo texto, moço!
    Bjooo!


  5. Says:

    Jogo de palavras... difícil de fazer, né? Mas o resultado geralmente vale o trabalho. :)


  6. Anônimo Says:

    taí. gostei.
    ow, depois de ver seus comentários em diversos blogs que visitei, resolvi aparecer aqui no teu! abs


  7. o amnésico Says:

    Olá. Venho agradecer a visita, e descubro um blog que merece ser visitado! E visitarei, de cara gostei do que vi.

    Um abraço.


  8. Pintarolas Says:

    Olá!
    Andamos a conhecer novos blogs e a comentar aqueles que gostamos, o teu é um dos escolhidos por isso, convidamos-te tembém a visitar o nosso bloguezito.
    Até breve!


  9. Says:

    "se eu pudesse largar ou ao menos fingir..."

    Gostei dessa parte por motivos pessoais.


  10. Anônimo Says:

    Gostei do texto, como sempre. Achei o jogo de palavra bem feito, e estou muito, muito feliz com o selo que você me deu. Obrigada, de verdade. (e desculpe a demora, mas fiquei sem conexão ontem o dia inteiro.)
    Farei minhas indicações daqui a pouquinho.
    Obrigada, querido amigo.

    Beijos.


  11. Muito bom. E que mente que vive e ama - duas contradições, diga-se de passagem - não é psicótica?
    Abração


  12. Certa vez, conversando com um professor, ele me disse que algumas pessoas realmente pintam, atuam, escrevem ou fazem algo, para poder colocar para fora o que têm dentro de si, e por isso não podem, não conseguem parar, porque é a forma que essas pessoas de vivem, fazem a vida acontecer em si mesmos.

    É por isso que gosto dessa frase: "Eu não sou o que escrevo, nem escrevo o que sou. Eu sou quando escrevo."


  13. Mr. Ziggy Says:

    Meu caro, os desejos são muitos e fazem parte de nós. Algumas vezes, vale a pena realizá-los, outras não, já que a vida nos ensina até onde vai o limite da nossa liberdade. Pode ser também que nós nos autocriticamos de tamanha forma que sequer chegamos a esse limite que potencializa os nossos "ar, er, ir". A (pseudo)psicose às vezes faz bem, quando não vira salada junto com o impulso excessivo que nos conduz ao irracionalismo e à inconseqüência. Contudo, todas essas coisas fazem parte... é vivendo que se aprende, não é mesmo? Muito bom isso aqui! Até.


  14. Mr. Ziggy Says:

    Eu sou meio atrevido, cara, eu te linkei já, mas foi sem pedir mesmo. Huahuahuahua! Então, aquele texto, o (Pseudo)Certo, fala de mim. Mas graças a Deus na segunda-feira dessa semana as coisas não estavam (pseudo) certo. Era certo mesmo, pois a mulher do texto (minha mãe) está bem melhor, graças a Deus. Hehehehe! Valeu pelo comentário, apareça lá sempre que quiser...
    E mais: como se faz pra não permitir que as pessoas copiem meu texto? Teria como vc me dar essa instrução?
    Abraço!


  15. Blau Says:

    Acho incrivel quando alguém consegur formar um jogo de palavras aprecio demais.
    Valeu a pena(:

    e também detesto gente com "popfobia"

    beijo e obrigada pela visita:D


  16. MH Says:

    Eiii, valeu pela visitinha la no bomba MH.
    Volta sempre qiue quiser ler umas bobagens.
    Grande abraço.
    Ah! Muito bonito esse texto.
    Agora eu que vou ar, er , ir...rsrs, desculpe o plagio é que achei muito bacana.

    : )



  17. [P] Says:

    Quando eu conseguir deixar escapar tudo o que em mim também quer sair, prometo que me ofereço para te ajudar, viu?

    =*


  18. Na descoberta da incapacidade de falar, sorrir, ouvir... nasce a vontade de redescobrir a magia na natureza humana da aprendizagem dos mais simples e singelos gestos...:)


  19. Belinha Says:

    Olá!
    Obrigado pela sua visita e seu comentário,gostei muito.
    E parabéns pelo seu texto está muito bom, grande imaginação.

    Jokas


  20. Tinha vontade de explodir. Às vezes quase sempre tenho vontade de que isso aconteça. Porém, amarro-me com meus pensamentos. Peço forças para que eu não fique mais louco do que já sou. E tudo volta ao normal...

    Ai, se liberta, Critical Watcher! Sei lá... Dá umas voltas por outras galáxias. Arrisque-se! Viva! [ não é tão fácil assim, eu sei ]

    Bem, apesar de o texto de hoje estar parecido com o primeiro - ao meu ver -, mas volte com mais gás amanhã!

    Boa noite. Vai pra Plutão! Vai se carnavalizar por lá, rapaz!

    =]

    * muitíssimo obrigado pela mensagem no meu blog. Obrigado pelas forças positivas. Vai dar tudo certo com o casal! Acredito!

    Abraço!


  21. Fláh Says:

    Me lembra uma brincadeira que estava fazendo no fim e semana, com ar er ir.

    Huu rimas dão toda sonoridade do texto.

    :)


  22. Nefelibata Says:

    Adorei o formato novo do blog, e nossa como tá cheio de "amigos".Pra variar, eu amo seus textos. Hoje também me senti um pouco assim, querendo gritar algo mas que também não sei o que é.
    É um querer fugir de si, talvez seja uma forma de ver a vida de outro ângulo que não seja o meu. Estou um pouco viajante hoje. ;P
    Beijos


  23. R Lima Says:

    Te encontrei por aí e vim te visitar.

    Seu desejo dá a tônica do blog e enobrece o sentido maior de amar.

    Parabéns!!!




    Texto de hoje: cErTeZa...

    Visite e Comente... http://oavessodavida.blogspot.com/

    O AveSSo dA ViDa - um blog onde os relatos são fictícios e, por vezes, bem reais...


  24. Pushoverboy Says:

    Gostei das rimas. Não sei se entendi mas... espero que consiga se libertar! :p


  25. Camilinha Says:

    Gostei do "about me". Liberdade é tudo!

    beijos daqui...


  26. Fê Probst Says:

    Não partas! Não fujas! Fugir de problemas, não o resolve.


  27. Gato.. lindo o que escreveu.. enquanto eu lia eu viajava pra muitos lugares. Amei... e adoro sua visita no Ralo... deixa ele mais bonito rsrrs... Bjos lindo bom fds


  28. Ana Says:

    O poeta e suas inconstâncias...uma hora querendo ir, outra querendo ficar...
    Belo demais!
    beijo,
    Ana


  29. Tbm gostei do texto, vi seu comentario em outros blog, resolvi aparecer, e gostei do que vi.

    Adorei o jogo de palavras com bastante sentido.

    Um abraço!


  30. muito bom, vicente!

    tem dois selos pra vc lá no meu blog, abraço


  31. J.S. Says:

    adorei...como sempre neh!!!
    quando eu crescer...quero escrever como você!!!!
    te amo bem muitão
    bj


  32. Anônimo Says:

    Palavras jogadas ao vento para que ele as ponham em seu contexto.
    Todas as vezes que eu sinto um sentimento quase impossível de esplicar...me vem uma cena na cabeça: eu na beira de um abismo, mas ao invés de me jogas eu grito, com todas as minhas forças só para ver se ainda posso ouvir os ecos. A minha impressão é a de que este abismo é meu coração.

    Beijos^^


  33. Anônimo Says:

    Que lindo!*.*
    É você que escreve? Se for está de PARABÉNS. õ//
    Estou te linkando, ok? ;D

    bjO =*


  34. Anônimo Says:

    Respondendo a sua pergunta em relação ao meu gosto musical, gosto de Jota Quest, Biquini Cavadão, Capital Inicial, Cássia Eller, Renato Russo, Kid Abelha, e claro Ana Carolina! ;# x@~

    =*


  35. Anônimo Says:

    E cadê meu amigo, que não atualiza aqui?
    =)
    Beijos.