Critical Watcher

"Queria eu ter o dom de escrever o que quisesse, já que tantas figuras primorosas se fizeram desvencilhar diante de mim. Dizem que o verdadeiro poeta é aquele que consegue transformar um momento fotográfico ou imaginário em um lindo texto, recheado de descrições harmoniosas e atrativas. No ultra-romantismo, o sentimentalismo excessivo e sombrio se destacava. Os escritores denunciavam toda a melancolia de uma vida marcada por desilusões e tédio, definindo o drama como papel marcante em suas poesias. Ao contrário do que muitos pensam, eu não os via como pessoas tristes, mas sim como produtos da tristeza do meio. E, constantemente, sou vítima dessa realidade. Não consigo simplesmente fechar os olhos e esquecer as feridas que marcam meu corpo. Não tenho aptidão à escrita dos sonhos utópicos e repletos de ficção. Juízo falso, engano da alma, persuasão transgressora. Seriam esses os objetos aos quais eu deva dar primazia? Silêncio responde: - Apaguem as luzes!"

8 Responses
  1. Ana Paula Says:

    Caramba Vicente. Esse foi o melhor texto que você escreveu na vida!!!!!!!!!!!!!!!!!!! Escrever a literatura na própria literatura e colocando o fato bem real de que o mundo realmente não tem muitos exemplos bons pra nos fazer escrever, as vezes parece que as palavras foram feitas pra expressar as dores da alma e temores da mente!

    amu!!!

    parabénsss KAMA


  2. Anônimo Says:

    Não, não, não!

    Você tem sim esse "dom" de escrever poesias.

    É novo por aqui, né? Como comentei no seu outro post...

    Mas seja bem vindo a esse mundo um tanto quando "contraditório" e "louco"!

    Lindíssimo texto.


  3. A curiosidade me consome!
    Quem é vc anônimo?


  4. Ana Carolina Says:

    O melhor poeta é aquele que com palavras consegue mimeografar o pensamento individual. Está ai, o prazer da poesia, a indentificação de alheios ao eu-poético, acredito.
    Continue a escrever. :D


  5. - anderson. Says:

    Você tem uma das maiores primazias literárias: descobrir-se em tuas próprias palavras e escavar nas mesmas aquilo que está cada vez mais dentro de ti.


    muuuito bom;
    /amplexo.


  6. Paulo Maia Says:

    Bom, se cada vez que eu vier comentar seus textos eles estiverem paulatinamente melhores, chegará um tempo que eu nao irei mais comentar. E por que? Muito simples, minhas palavras não podem acompanham as suas.
    Só posso parabenizá-lo. De novo!
    Abraço!


  7. Nathalia Says:

    Adorei vicente!
    Outro ótimo texto.


  8. dan Says:

    Agora tenho que intervir... Não cobice um dom que já tens! Você é portador do dom de escrever sobre o que quer... Não se limite a escrever apenas sobre coisas tristes ou apenas sobre coisas felizes. O tempo é feito de momentos, dos quais somos obrigados a passar. Em cada momento que sentir vontade de escrever sobre o seu momento, escreva. Apenas esqueça dos mestres literatos enquanto rabisca, porque você tem a capacidade de muitos deles: de escrever o que há de melhor. Ganhaste mais um fã.