Critical Watcher

Eu te pego pela mão, me aproximo de teu rosto e deixo os nossos corpos colados numa sintonia incomum. Teus olhos denunciam o desentender de minha atitude, deixando-te surpresa com tamanha agilidade e sincronia dos movimentos que ali apenas te permitem aceitar meu jogo de sedução. A minha mão corre de tuas costas ao teu pescoço trêmulo, apertando-nos com mais força e segurando com violência os teus cabelos. Meus lábios calculam um ângulo perfeito, deixando-te enxergar um sorriso cheio de pretensões. Ainda sem entender, teu corpo permanece estático e a loucura do meu faz de brinquedo-de-criança a ousadia que se apodera. Minha barba arranha teu rosto de um lado ao outro e o teu perfume se confunde com o cheiro de minha boca... A outra mão, ansiosa, te segura pela cintura e faz do teu corpo meu. Os olhos se fecham e a brincadeira de lábios que se roçam parece não mais ter fim... Sinto apenas o cheiro de bebida, prazer e você.

19 Responses
  1. Luca Says:

    U-A-U!!!

    Vi arrebentou!

    Ai ai (suspiros)

    Não posso ler essas coisas...!

    Huhuhu


  2. Nat Says:

    Vicente, PER-FEI-TO!
    Como te disse antes, não sabia que tinha essa ousadia latente hehehe
    Adorei, o texto e a ousadia, uuuiii


  3. Oi Vicente,

    seu texto é daqueles de se ler num fôlego só. Bonita é a cena descrita, o amor se incorporando na pele dos amantes, os versos se manifestando na atmosfera do toque, do beijo. Suas palavras desenham formas, Vicente. E nessa hora o coração pede silêncio. É que seus textos, mais do que lidos, devem ser sentidos. É dom seu.

    Abraço, meu caro.


  4. Mr. Ziggy Says:

    Vicentóide,
    Até eu senti daqui esse aroma ébrio de volúpia e cinestesia. Como disse o Lipão, em um único fôlego. Um gozo, essas tuas palavras.
    Abraço,
    Ziggy


  5. Jaya Says:

    Vicente,

    Incitamento com tom de volúpia, mas bastante delicado em narrativa e gestos. É que a gente vai dando vida a essas sensações, enquanto lê. A gente quase consegue provar do mesmo néctar. E é um gosto bom. Gosto de quem viveu por alguns instantes o mesmo pulsar relatado tão magicamente nessas tuas palavras. E eu aprovo.

    É bom chegar aqui e sair com um sorriso enfeitado. Coisa tua, essa história.

    Beijo pra você, menino-bonito.


  6. Gabz Says:

    Momento de intenso prazer,
    insinuação que leva ao delírio.
    Excitante,
    bem construído,
    Excelente.


  7. Lyra Says:

    Voltei de férias e vim feliz!
    Há sol dentro de mim
    Respiro todas as cores
    Há Verão, há flores
    Como é bom sentirmo-nos assim!

    E é bom voltar a este espaço.

    Aparece!

    Um grande beijinho e até breve.

    ;O)


  8. e ai Vicente, como vai? Eu tava meio sumido daqui neh.

    Só faltou como trilha sonora uma musica do Barry White...rs

    O bom nesses momentos é justamente a surpresa, pegando de uma maneira que ela nunca vai esperar.

    Abçs!!!

    Agora, convido você a ler e discutir sobre esse assunto:

    ----------------------------------
    Brasil, Mostra a Tua Cara

    http://emlinhas.blogspot.com/

    EM LINHAS...
    Quando as palavras se tornam o nosso mais precioso divã.
    ----------------------------------


  9. Ana Carolina Says:

    Isso! lê-se em um fôlego só.


  10. Clecia Says:

    Ótimo texto! :) Bjos e uma ótima semana!


  11. Adorei muito, muito muito. É bem 'barra-pesada' bem do jeito que eu te expliquei como algo barra-pesada pode ser considerado assim ;] Às vezes, é difícil pra maioria das pessoas escreverem sobre esses sentimentos, mas eu acho fenomenal que consegue escrever e descrever essas situações e você consegue muito bem :}


    abraço!


  12. Ana Carolina Says:

    Intenso ;) Um texto fantabulástico. Parabéns.


  13. Quase Trinta Says:

    UAU.......... é só isso q tenho a dizer do texto... boca aberta aqui...rs


  14. Karine Leão Says:

    Navegando por aí, te achei... vim conhecer e gostei muito. Escreve muito bem... dá prazer te ler!

    Boa semana! Beijos


  15. Hum, bom, hein...
    Beijo


  16. o amnésico Says:

    Quem sabe um dia eu não cresço e aprendo a me expressar com uma propriedade parecida com a sua?

    Enfim... sonhar ainda é de graça!


  17. Antonio Says:

    Seus textos, são como orquestas em perfeita sintonia. só isso que tenho a te dizer. fico voando aqui nos seus textos. Parabéns.


  18. micael Says:

    Parafraseando... Cada palavra estimulava meu cérebro a imaginar uma cena como esta. Cada frase fazia com que meus hormônios aflorassem e, quando menos esperei, algo dentro de mim despertava. Hahahaha
    Esse é o resultado Vicente. Esse texto foi forte.
    Parabéns.


  19. micael Says:

    Parafraseando... Cada palavra estimulava meu cérebro a imaginar uma cena como esta. Cada frase fazia com que meus hormônios aflorassem e, quando menos esperei, algo dentro de mim despertava. Hahahaha
    Esse é o resultado Vicente. Esse texto foi forte.
    Parabéns.