Critical Watcher

[Sala de bate-papo]


Ali estavam os dois seres inquietos a conversar algo que nunca lhes viera na mente... Uma noite marcada por respostas e receios; perguntas e descobertas.


- Estou mais romântico que nunca, dizia ele.

- Eu sempre fui assim – retrucou aquela menina cheia de sonhos e pensamentos amorosos.

- Você sabe o que é amor?

- Existem muitos, mas você refere-se àquele amor?

- Sim, o carnal.

- Eu nunca amei ninguém. Mas tenho uma definição bem minha do que ele representa.

- Como assim? [“Vamos ver se ela sabe realmente do que estamos falando”, pensou ele...]

- Talvez pelo fato de eu nunca ter amado, eu crie em minha mente inúmeras faces. Idealizações, por assim dizer.

- Desmascare-as.

- O amor é algo romântico, que faz parar o tempo. É uma mistura de sentimentos complexos... Algo sério e eterno, recheado de cumplicidade e afeição pelo outro.

- E o que você espera da pessoa amada?

- Não sou do tipo “eu amo sem esperar que você me ame”. Eu quero sentir a reciprocidade. Quero experimentar o estado de idiotice dos meus sentimentos. Quero cada vez mais delirar num romance sem fim, sentir-me única nas mãos dele.

- Acredita em príncipes?

- Com toda a certeza. Sei que existe um alguém perfeito pra minha vida.


(Pausa)


[O homem parou por um tempo pra pensar. Era tão estranho, naquela visão machista que tinha, acreditar que alguém ainda pudesse divinizar algo tão cheio de medos e complicações. Não! Pra ele aquilo tudo não passava de uma conversa fajuta. No entanto, resolveu ir mais adiante. Descobrir se o que ele pensava acreditar era realmente o certo. E o fez...]


- Mas quanto a mim? Como achas que sou sentimentalmente?

- Você não foi estimulado - respondeu com segurança aquela jovem garota.

- Hã? Como assim? Em que aspecto?

- Ninguém nunca despertou em você algo forte.


(Nova pausa. Dessa vez, um tanto quanto mais rápida que a anterior. A dúvida o consumia. A incerteza beirava por entre a inércia que o enternecia. O silêncio e a voz daquela menina mudavam o rumo de seus pensamentos. Algo pôs fim ao sossego de suas imaginações...)


- Por debaixo dessa roupa vive um romântico inveterado.

- É engraçado o modo como você fala de mim. Parece existir convicção em suas palavras. Ressuscita em você uma mulher madura, algo que nunca vi em nenhuma outra pessoa de sua idade.

- Obrigada, é muito bom ouvir isso.


(Os dois não sabiam mais o que falar. Ela parecia envergonhada diante daquelas palavras. Ele, por sentir que descobrira algo que nem mesmo a maturidade do tempo lhe propiciara...)

.

.

.

[Às 21:50h, ele olha pro relógio e não pensa três vezes. Veste uma roupa, banha-se no perfume francês mais caro que possuía e sai quase que sem rumo. De tudo só havia uma certeza: aquela noite mudaria sua vida...]


21 Responses
  1. Erick Nobre Says:

    Amar.. Amar e amar!

    Por várias vezes, nas minhas fases de amores "fracassados", pensei que isso não existia. Amar alguém e receber em troca, sem cobrança, a reciprocidade de tal sentimento, é o que sustenta ainda mais um casal.

    Por várias vezes amei umas e outras pessoas. Cada uma no seu tempo. Cada uma dentro da mesma. Vivi amores coloridos e poetizados. Bati a cara na parede quando não era correspondido... Enfim.

    Falta força, esperança, crença em você mesmo pra levantar o astral e procurar o mais novo amor da sua vida. Silenciosamente ele chega.

    Lindas palavras, cara.

    =]


  2. Existem poucas pessoas que conseguem enxergar o mais profundo dos sentimentos de outra,aquele tentam esconder por tudo.
    É realmente díficil encotrar alguém que nos entenda.E é mais difícil ainda definir os sentimentos que sentimos quando as encontramos,se é amor mesmo ou uma amizade indestrutível.
    As vezes a amizade é o sentimento de mais descobertas dos dois lados,mais do que o amor,acredito.


    adorei seu blog,e seu texto,te linkei no meu.
    :*


  3. Nathalia Says:

    Você já sabe que eu adorei.
    :)
    Muuuitooo!


  4. Sei que não tem tanto a ver, mas eu curiosamente fui me lembrando de Saramago à medida que lia. É difícil escrever diálogos convincentes, e tu fazes isso muito bem. Não só convincentes, mas que nos deixam pensando, imaginando coisas... Parabéns por isso!
    E obrigado pelos elogios que me fizeste!
    Abraços!


  5. Luca Says:

    A minha mãe sempre me diz o seguinte:"Coração do outro é terra que ninguém anda".
    Eu concordo com isso, assim como acha presunçoso chegar, ao menos, tentar a compreender o coração do outro.

    Esse papo, enfim, me lembrou de uma farsa que 'armei' no msn e que colou direitinho. hahaha. Traumas me perseguem.

    Beijoooooo


  6. Gabriela. Says:

    Só avisa a tua amiga que príncipes não existem MESMO.

    Diz a ela que pode se apaixonar pelos homens normais e cheios de defeitos mesmo, assim ela não sofrerá tanto! rs


  7. [P] Says:

    Peraí... eles não combinaram um segundo bate-papo, mesmo com toda a segurança que a moça demonstrou??? Ah, que pena :)

    Beijos.

    ps: adorei a parte do comentário que dizia "show" [desse jeito vou acabar me sentindo uma estrela :) ]


  8. Kayara Says:

    Amoor!!!

    Textoo ma-ra-vi-lho-so!!!

    =O

    Perfeitoooo!

    Ameeeei!

    Lindoo, lindoo, lindoo!
    Como você!
    =D
    Xeriim...
    AmoOo


  9. Walker Freitas Says:

    Ótimooo!!!

    Texto maravilhosoooo... muito mesmo!


    Parabéns primo, tá show!

    Abraços!


  10. Pushoverboy Says:

    Quem nunca passou por essas dúvidas?? Só é bom de amar príncipes e princesas inacessíveis, pois podemos, á distância, divinizá-los e nunca nos decepcionar. O amor real não cabe à nobreza... ele só existe com defeitos, para que possamos apreciar ainda mais as qualidades!!


  11. Anônimo Says:

    Amigo lindo,

    Sempre quis escrever, mas vejo que o dom não foi dado a mim.
    Adoooorei!!!
    Lindo, lindo, lindo!
    Txe adoro amigo lindo!

    P.S- Continui a escrever.


  12. - anderson. Says:

    Eu só reafirmo o que todos podem aqui dizer sobre tudo que você escreve e posta aqui: todas essas palavras são extraordinárias e me sinto com a maior sorte de conhecer uma pessoa que escreve palavras tão extraordinárias como você :] sabes que sou se fã ;D


    ~abração;


  13. Pushoverboy Says:

    Real life sucks! Eu gosto de finais felizes... eles precisam aparecer de vez em quando pra nos dar esperança!


  14. Sonhar é bom. Ser romântico é bom. Esperar um grande amor é bom. Mas o extremo disso, é ruim. A entrega extrema, é horrível. Digo isso com conhecimento de causa.
    Na verdade, não é a entrega em si, mas as conseqüências do fim. Afinal, nada na vida é eterno.

    Gostei do teu cantinho.
    Vou te linkar também.


    Beijo meu.


  15. A.C.S.S.C. Says:

    Interessante... andei lendo os comentários a respeito do texto e conclui que nem todos interpretaram da mesma maneira as suas palavras. É aí que está a confirmação de que é um ótimo escritor. Será que não foi você quem andou escrevendo a Bíblia??? rsrsrsrsrs

    Magnífico, Vicente! Essa multiplicidade de sentidos especialmente desse texto nos faz pensar nas diversas formas de amor até "dar de cara" com aquela que mais nos convêm. Pouco a pouco você vai conhecendo um pouco mais das pessoas que postam aqui... Vou tratar de manter o meu mistério... =S


  16. Juh Pagani Says:

    Nossa muito lindo isso!!!

    ;*


  17. Eu adoro esse tipo de texto.
    E me pareceu tão real, heim?
    Tinha que ter continuação, porque nao?
    Eu já acredito em princesas. Feio isso?
    Beijos


  18. Says:

    Ah, o amor... interessantíssimo diálogo, querido. Gostei mto.

    Quanto aos seus comentários, vamos lá:

    Se ela aceita o pedido dele? Não sei, o meu texto acabou, escreva vc o final, o só o imagine. à vontade.

    Não sei se ceder aos desejos é desvalorizar o encanto da beleza, mas é um bom questionamento.

    Em relação a impossibilitar a cópia de nossos textos... putz, me pegaste, menino! Eu sou um zero à esquerda nesse aspecto. Quem ajeitou pra mim foi uma amiga, dei o login e a senha pra ela e ela fez pra mim. Não sei mesmo. Sei que são uns códigos... mas fazer não sei não, e nem tenho os malditos códigos. Vou tentar descobrir e te digo, se conseguir.

    E pra mudar o layout é só ir em personalizar, aí tem lá "modelos". Tem vários pra escolher. Tem uns bem bonitos. :)

    Eu tbm não sou antiga por aqui não... nem sei usar esse troço direito, mas é legal descobrir.

    Bjs, moço.


  19. Gabz Says:

    existem tantas formas de amar, mas é muito melhor quando encontramos em alguém, algo que floresça em nós a sua forma mais pura e bela.

    lindo o texto.

    te indiquei, olha lá no meu blog ^^


  20. ah,eu já comentei,mas vim avisar que te indiquei pra um prêmio. :]
    vê lá no meu.
    :**


  21. Ora, ora!
    Vejam só quem se revela um belo cronista!
    Parabéns! Você tem evoluído mais e mais, e tem versalitilidade e inovação...
    Declaro-me mais uma vez, fã.